Li

Google+ Followers

sábado, 12 de novembro de 2016

FELICIDADE


Felicidade não é um estado. Felicidade é ser! Entre ser e estar, existe um abismo. Estar, é sentimento passageiro, onde hoje sinto, mas amanhã, nem sei o significado. Hoje quero, mas amanhã, nem sei do que gosto. Hoje preciso, mas amanhã? Bem, amanhã é uma eterna substituição. 

Felicidade é ser! Ser feliz é uma escolha, como ser honesto, como ser caridoso, como ser trabalhador, como ser alegre, como ser gentil, como ser educado, como ser fiel, como ser ético... Ou vc é, ou vc não é! Não existe meio termo! 

Ser feliz, é uma escolha que independe de onde estamos, com quem estamos e como estamos. Parece difícil imaginar uma pessoa feliz numa cama de hospital, numa sessão de quimioterapia, num processo doloroso de separação, de perda financeira, de morte de alguém querido... 

Assim como é difícil imaginar tal contradição. Parece mais difícil ainda, imaginarmos pessoas bilionárias em depressão. Homens e mulheres fabricados em bisturis e academias, a procura de um amor verdadeiro. Famosos encarcerados pelo tempo que não tem com a família. Enfim, a roda gigante da vida, girando contra os sonhos.

Sim, vc pode não ter saúde plena e mesmo assim ser feliz. Porque junto com o infortúnio passageiro ou não, existe e existiram momentos felizes, como: o aconchego da família, as orações e preces, a união, o amor, o carinho, entre tantos outros pontos positivos, que só o sofrimento pode proporcionar. Quanta contradição! Às vezes parece que precisamos passar por momentos assim, para darmos o devido valor? Talvez! Porém, é sempre mais fácil, apenas olharmos o lado negativo, o lado ruim, a dor, a tristeza, as mazelas que rodeiam aqueles que buscam apenas momentos felizes. 

Ser feliz é um estado de graça. Ser feliz é uma escolha! Ou vc escolhe se lamentar ou escolhe se alegrar, mesmo sofrendo. Ser feliz é uma decisão, em que vc decide dizer sim ou decide dizer não. Ser feliz é uma ação de mudança de atitude, de olhar, de querer... Já o estar feliz, é um estado de inércia, em que estou agora, logo, amanhã, estou infeliz. Estar feliz, é um sentimento egoísta, onde prevalece um momento ou momentos de felicidade. Estar feliz, é uma felicidade com data marcada, com prazo de validade, com um final inédito e imediatista, pra ontem, pra antes de ontem, pra agora, pra já! Estar feliz é para os fracos!! 

Eu só creio na felicidade, aqui ou acolá, com alguém ou solitariamente, esperando ou não esperando sentimento recíproco; com dinheiro ou sem ele, com saúde ou na ausência dela, quando nos colocamos na presença de Deus. 

Caso contrário, é vã filosofia, é vão desejo, é vã felicidade, é vã esperança! Tudo por Ele e para Ele, simplesmente pra que seu propósito se cumpra em nós. Pra que seus planos possam se concretizar, como Deus anseia e não como o homem deseja. Nosso desejo é efêmero, fugaz, egoísta, hedonista... Queremos o que julgamos melhor, para ontem e que gere prazer sempre. 

Já o querer de Deus é pleno, completo, eterno, plural, vislumbrando o melhor pra nós. Porque essa vida é uma passagem breve e o melhor está sempre por vir: a eternidade! E é nela que devemos pensar e é para ela que devemos buscar forças de onde não temos, porque vai valer a pena, o que Deus tem preparado para aqueles que o amam e o temem! 

Lilian Flores.