Li

Google+ Followers

domingo, 20 de outubro de 2013

GENTE SANTA OU SANTA GENTE?


Tem gente que não frequenta igreja porque acha que é lugar de gente SANTA. Caro amigo(a), sinto decepcioná-lo(a), mas IGREJA, é lugar de GENTE! Gente como a gente. Que dorme, acorda, dorme de novo, come, fala, estuda, trabalha etc... e por ser lugar de gente, como qualquer outro lugar, é cheio de problemas. Aí já viu...você vai encontrar gente preguiçosa, gente mentirosa, gente fofoqueira, gente adúltera, gente ciumenta, gente elegante, gente brega, gente, gente, gente, gente... muita gente! Gente pra todo gosto e pra todo o tamanho.

Mas como? Essa é a pergunta que não quer calar!

Simples! A diferença é que a IGREJA, não a construção em si, mas sim a igreja, lugar preenchido por gente como a gente, é como um jogo de espelho, você vê no outro as suas limitações, potencialidades, erros, acertos, medos, traumas... enfim, seus fantasmas. E de repente, você percebe que fulano conseguiu se livrar das drogas porque ele fez assim, assado e cozido. Então, você se impressiona com a receita e vai tentar seguir levar a risca as quantidades corretamente. Pode dar certo e geralmente dá, porque a receita é JESUS + ORAÇÃO + PALAVRA DE DEUS(BÍBLIA) + JEJUM + FÉ + SEU QUERER. Não é uma receita complicada, mas como todas elas, exige tempo, dedicação e AMOR.

Mas a grande questão não é ter a receita em mãos, é querer mudar, é tentar mudar, é não desistir de querer tentar mudar! Ufa! Dá um cansaço, principalmente pra aqueles que ficam tentando, e claro, para o PASTOR que ouve "diumtudo" (palavra que acabei de ouvir) e no fritar dos ovos assume postura de pai, irmão mais velho, tiozinho, psicólogo e outros personagens.

RESUMO DA ÓPERA: Não existe igreja perfeita e nem gente santa, porque não existe ser humano perfeito. Podemos ser aperfeiçoados e santificados, ou seja, em busca da perfeição e em busca da santidade, que para nós cristãos, cremos, que está em CRISTO JESUS. Portanto, como Ele disse há mais de dois mil anos atrás: “quem não tem pecado, que atire a primeira pedra.”

Então, a solução é sair da igreja? A solução então é: salvem-se quem puder? Ou, pior: ficar se alfinetando por olhares de indiferença, disseminações de fofocas, palavras soltas no face como se fossem roupas no varal?

Acho que nenhuma das alternativas, apesar de estar nesse momento utilizando-me da terceira alternativa. Não tenho respostas para tantas perguntas, mas creio no perdão genuíno, na reconciliação, no amor ágape... porque a obra que o Senhor nos confiou, não pode perecer. E A ÚNICA CERTEZA QUE TENHO é que devemos sempre estar nos olhando no espelho da nossa alma, onde reflete nosso caráter, afim de estarmos aperfeiçoando-o, mas tendo como ÚNICO modelo JESUS CRISTO.

 
Lilian Flores