Li

Google+ Followers

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Sobre Pontuações e Sentimentos: RETICÊNCIAS


RETICÊNCIAS: Essa pontuação se utiliza para dar sentido de infinitude, de continuação, de querer mais e não poder...
A Reticências também lembra a Trindade, Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo; 3 pontos iguais e Perfeitos! Mas também faz lembrar da nossa humanidade imperfeita. Onde sempre estamos no meio entre dois pontos, a famosa dúvida que rodeia nossas mentes: entre ir para o Norte ou para o Sul, entre Marta ou Maria, entre Pedro ou João, entre Partir ou Ficar; entre, entre, entre...
Essa pontuação é minha preferida, porque o fim não está nela, mas naquele que a traduz. Até porque, não existe fim na Reticências. Ela é o início, o ponto de partida, o começo de uma novo final.
Eu também gosto das Reticências, porque ela não nos dá todas as respostas. Ela nos deixa pensar e refletir sobre a continuação da continuidade do conteúdo contido na história, que não se lê na linha, mas nas entrelinhas. Ufa!
Eu gosto do inacabado, do que não terminou, do que está por vir, dos silêncios silenciados por esses três pontinhos mágicos!
É preciso continuar, é preciso saber esperar, é preciso não ter pressa, é preciso precisar...
Reticências é uma pontuação necessária! Tão necessária quanto amar, sorrir, abraçar, cantar, se apaixonar, viver...

Lilian Flores





Sobre Pontuações e Sentimentos II


RETICÊNCIAS: Essa pontuação se utiliza para dar sentido de infinitude, de continuação, de querer mais e não poder...
A Reticências também lembra a Trindade, Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo; 3 pontos iguais e Perfeitos! Mas também faz lembrar da nossa humanidade imperfeita. Onde sempre estamos no meio entre dois pontos, a famosa dúvida que rodeia nossas mentes: entre ir para o Norte ou para o Sul, entre Marta ou Maria, entre Pedro ou João, entre Partir ou Ficar; entre, entre, entre...
Essa pontuação é minha preferida, porque o fim não está nela, mas naquele que a traduz. Até porque, não existe fim na Reticências. Ela é o início, o ponto de partida, o começo de uma novo final.
Eu também gosto das Reticências, porque ela não nos dá todas as respostas. Ela nos deixa pensar e refletir sobre a continuação da continuidade do conteúdo contido na história, que não se lê na linha, mas nas entrelinhas. Ufa!
Eu gosto do inacabado, do que não terminou, do que está por vir, dos silêncios silenciados por esses três pontinhos mágicos!
É preciso continuar, é preciso saber esperar, é preciso não ter pressa, é preciso precisar...
Reticências é uma pontuação necessária! Tão necessária quanto amar, sorrir, abraçar, cantar, se apaixonar, viver...

Lilian Flores

Sobre Pontuações e Sentimentos IV


❗❗❗❗❗❗❗❗❗❗❗❗❗❗❗❗❗

PONTO DE EXCLAMAÇÃO: Conhecido como ponto de admiração, é usado nas interjeições, expressando sentimentos. É preciso admirarmos o outro, seja por sua beleza, pela sua fé, pela sua inteligência, pelos seus dotes culinários, pela sua elegância, pelo seu jeito de falar, rir, chorar, pelos seus dons natos ou desenvolvidos... Enfim, é preciso ver o lado positivo! É preciso reconhecer o que há de bom. É preciso admirar! Admirar não é adorar, admirar, é olhar o outro plerplexamente e reconhecer nele o que falta na gente. É ficar boquiaberto, tentando entender como existe alguém assim?!
E claro, quando reconhecemos isso com nossos olhos, devemos expressar nossos sentimentos autênticos. É preciso dizer: eu te amo! É preciso dizer: estou com saudades! É preciso dizer: isso doeu na minha alma! É preciso dizer: estou triste! É preciso dizer falando, gesticulando, cantando, pintando ou escrevendo. É preciso dizer...
É preciso falar, sussurrar, gritar, esbravejar, tagarelar o que sentimos!
É necessário, é urgente, dizermos o que desejamos, o que queremos, o que sonhamos, o que pensamos...
É imprescindível dizer o que sentimos, mas é proibido inventar, aumentar ou diminuir os sentimentos.
É preciso falar das qualidades, mas é proibido achar perfeito! É preciso sentir verdadeiramente, para dizer convincentemente!
É preciso dizer que é fiel e assim ser! É preciso dizer que ama e amar!
É preciso dizer que está triste, mas é proibido não dizer o motivo. É permitido dizer, mas é proibido não querer ouvir.
É urgente, é necessário, é preciso dizer o que seu coração lhe diz, o que a sua mente pensa e o que a sua alma deseja... Sem meios termos, sem teatro, sem máscaras, sem pré-conceitos, sem rótulos, sem pressa... Olhando nos olhos, sempre!
É preciso alfabetizar os sentimentos, urgentemente!

Lilian Flores

Sobre Pontuações e Sentimentos VI


DOIS PONTOS: É uma pontuação usada para anunciar um diálogo, uma enumeração ou uma citação. É preciso dialogar! É urgente conversar! É tão necessário dialogar, como colocar os pingos nos i's! Diálogo direto. Sem rodeios, sem meias palavras, sem meios termos...
É preciso também enumerar as prioridades: Deus, Família, Trabalho, Igreja, Amigos...
É preciso citar bons e maus exemplos, uns para servirem de inspiração e outros para não serem reproduzidos. É preciso citar os autores, os co-autores, os louvores, os testemunhos, os versículos bíblicos, as parábolas, os provérbios, os poemas, as canções, as quadrinhas, o cântico dos cânticos... o que for necessário e urgente para dizer o que se precisa dizer, de maneira diferente ao que já foi dito em silêncio, em pensamento, em oração... É preciso usar os dois pontos! Porque é urgente dialogar com Deus!!!
Depois de dialogar com Deus, estamos preparados para dialogarmos com o outro, com o espelho e conosco.
Há pessoas que acham que adivinho às coisas, mas eu não as adivinho. Eu converso com Deus o tempo todo e a todo tempo possível, como estou fazendo agora. Terminado o diálogo com Ele, então, sinto-me preparada para conversar, escrever, declamar, contar histórias, dar aula, ensinar, aprender...
É urgente conversarmos com o outro. O ideal é olhar nos olhos e poder enxergar às verdades. É permitido conversar com o outro, mas é proibido não conversar com Deus antes. É necessário dizer às verdades, mas é vetado mentir ou omitir. É urgente olhar nos olhos, mas é proibido proibir a lágrima, o sorriso, a gargalhada...
E dois pontos ligeiramente nos remete a duas pessoas, um homem e uma mulher, um namorado e a sua namorada, dois amigos, duas amigas, um filho e uma mãe, a uma filha e seu pai, o filho pródigo e seu pai, o irmão mais velho com o irmão mais novo, a mãe e o pai, uma ovelha e seu pastor, você e Deus...
Dialogar é a chave do sucesso ou das boas aventuranças, principalmente se seu diálogo for sempre com Deus, antes.
É sempre preciso dialogar com quem quer te ouvir e com quem quer falar com você, pra você, sobre você!

Lilian Flores

www.contoscontidos.blogspot.com.br

Sobre Pontuações e Sentimentos


PONTO FINAL: enfim, o fim! Assim como todas as outras Pontuações são necessárias e urgentes, o ponto final é o mais urgente de todos. É utilizado para marcar o final ou uma pausa absoluta. Mas que final? Que Pausa absoluta? Isso pra mim é apocalíptico, o milagre que está por vir. Amém!
Pensar no final, obrigatoriamente, nos leva à pensar no início. Lembrar quando tudo começou. O princípio e o fim. O Alfa e o Ômega.  Adão e Jesus. Eu e Deus.
Pausa absoluta é para os fortes;  para os que tem certeza; para os maduros. Para aqueles que conhecem o terreno em que pisam. Para aqueles que sabem, que o fim, é o início de um novo começo. Porque para existir um início, é preciso um ponto final, antes.
Há de se ter coragem. Há de se buscar em Deus às respostas. Há de se pedir a Deus essa ousadia. Porque pela força do braço, não se chega a lugar algum. "Quem intentará contra o braço forte do Senhor?"
O Ponto Final é sinônimo de Ponto de Partida também, pois para encerrarmos uma etapa, logo estamos instintivamente, iniciando outra. Mas é proibido avançar no sinal vermelho. É permitido começar, mas é proibido desobedecer às leis.
Para iniciar um novo parágrafo, é preciso o Ponto Final. Para escrever um novo começo, é preciso escrever o final, antes. Mas quem deve escrever a primeira letra nesse novo início?
Aquele que não tem dúvidas. Aquele que estiver mais maduro. Aquele que tiver mais coragem. Aquele que for mais humilde. Aquele que tem sua fé firmada na rocha, que é Cristo. Aquele que sabe o que sente. Aquele que já deu um primeiro passo, mas não lhe foi permitido continuar a andar, por  precaução! Aquele que tem coragem, mas é cercado de medo - a contradição de sua existência! Aquele que existe, mas que  parece uma miragem.
É permitido fazer uma pausa absoluta, mas é proibido transformar o Ponto em Vírgula ou Ponto e Vírgula.  Absoluto é uma pausa pra sempre, sem volta. Ou se tem certeza, ou não! O que não pode, é criar as próprias regras. É permitido ousar, mas é proibido usar o outro. É permitido se declarar, mas é proibido escrever. Escrever é uma armadilha, em que aquele que escreve, é a própria isca. Mas escrever também  é uma faca de dois gumes, porque as palavras ecoam. Porque as palavras vibram. Porque as palavras tem poder.
Por isso que escrever é para os convictos. Escrever é para os Escribas. Escrever é para os românticos. Escrever é para os sonhadores. Escrever é para os sinceros. Escrever é para quem não tem medo de não ter respostas. É para quem não tem medo de receber não, como resposta. Escrever é para quem não duvida do que sente. Escrever é para quem não tem medo do futuro. Escrever é para quem não tem medo de si mesmo. Por isso te escrevo.
É preciso pausar. É preciso parar definitivamente. É preciso dar start. Mas depois, é preciso recomeçar. É preciso iniciar. É preciso esperar. É preciso precisar do princípio: Deus, Vigília, Louvor, Adoração, Irmãos, Amigos, Igreja, Comunhão, Pão-por-Deus...

Lilian Flores

www.contoscontidos.blogspot.com.br

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Sobre Pontuações e Sentimentos I : Travessão - horizontal linha do mar

Sobre Pontuações e Sentimentos

TRAVESSÃO: É obrigatório utilizar o Travessão para um diálogo direto. É preciso dialogar! É preciso dizer o que se sente, o que se pensa, o que se espera do outro e de si mesmo.
Utiliza-se o Travessão para substituir a Vírgula em frases explicativas, ou realçar o Aposto.
É urgente substituir sentimentos não correspondidos, pensamentos negativos, diálogos não concluídos...
Mas acima de tudo, é preciso realçar as declarações silenciadas, os diálogos interrompidos, a saudade camuflada, o desejo contido, o sorriso negado, os olhares disfarçados...
É preciso dialogar, conversar, bater-papo, jogar palavras ao vento, sorrir, chorar, gargalhar...
É preciso conversar olhando nos olhos e é proibido mentir! Mas é permitido ficar nervoso, trêmulo, envergonhado...
É preciso dizer: - bom dia! - Boa tarde! Ou - Boa noite!
É preciso dizer: - Como vai? Mas é proibido responder apenas, tudo bem!
Dialogar, é também historiciar, narrar, contar, compôr, falar de algo ou sobre alguma coisa.
O diálogo é uma troca! Tanto ensinamos, como aprendemos. Trocamos olhares, palavras, batimentos cardíacos, silêncios, sonhos, pontos de vistas, conhecimentos, opiniões...
É preciso dialogar, urgentemente!!

Lilian Flores






quarta-feira, 15 de junho de 2016

Sobre Pontuações e Sentimentos II


RETICÊNCIAS: Essa pontuação se utiliza para dar sentido de infinitude, de continuação, de querer mais e não poder...
A Reticências também lembra a Trindade, Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo; 3 pontos iguais e Perfeitos! Mas também faz lembrar da nossa humanidade imperfeita. Onde sempre estamos no meio entre dois pontos, a famosa dúvida que rodeia nossas mentes: entre ir para o Norte ou para o Sul, entre Marta ou Maria, entre Pedro ou João, entre Partir ou Ficar; entre, entre, entre...
Essa pontuação é minha preferida, porque o fim não está nela, mas naquele que a traduz. Até porque, não existe fim na Reticências. Ela é o início, o ponto de partida, o começo de uma novo final.
Eu também gosto das Reticências, porque ela não nos dá todas as respostas. Ela nos deixa pensar e refletir sobre a continuação da continuidade do conteúdo contido na história, que não se lê na linha, mas nas entrelinhas. Ufa!
Eu gosto do inacabado, do que não terminou, do que está por vir, dos silêncios silenciados por esses três pontinhos mágicos!
É preciso continuar, é preciso saber esperar, é preciso não ter pressa, é preciso olhar novos horizontes, é preciso precisar...
Reticências é uma pontuação necessária! Tão necessária quanto amar, sorrir, abraçar, cantar, se apaixonar, viver...

Lilian Flores
Sobre Pontuações e Sentimentos

VÍRGULA - É uma pausa necessária e obrigatória em um relacionamento, para se ter a certeza que é a pessoa certa. E um namoro não é um parágrafo. Um namoro eu diria, que é um conto de fada, cheio de parágrafos, onde se vê apenas as qualidades, a perfeição que existe imaginariamente.
Quando se usa uma vírgula ou se faz uma pausa, é necessário continuar. Não se é permitido abandonar o texto ou melhor, abandonar o namoro no meio do caminho. É a primeira regra!
E a Vírgula é o sinal de pontuação mais complexo de todos, com inúmeras regras. Há uma regra master: não separar sujeito do predicado! Ou seja, não se pode ver as qualidades sem o dono delas. Mas, há exceções:
No caso do Aposto, quando se explica o sujeito; tentar entendê-lo, ver suas origens, seu passado, suas virtudes e defeitos, seus acertos e erros, suas fraquezas e fortalezas... É preciso pausar! E se depois de compreender tudo isso, e aceitar, é preciso recomeçar. Porque talvez seja amor e amor não se encontra em uma esquina. Mas recomeçar não por pena, por dó, por piedade, porque pediram, porque se suplicou... Amor não se mendiga! Amor não se suplica! Amor se sente e Ponto! Mas recomeçar, porque se ama os defeitos do outro. Recomeçar, porque sentiu saudades que até doeu na alma. Recomeçar, porque a partida foi o fim do começo. Recomeçar, porque é preciso gritar o nome do ser amado; uma regra que permite separar o sujeito do predicado: Vocativo, outra exceção à regra. Então, evoque-o antes que seja tarde demais!
É preciso pausar às emoções, os sentimentos, os sonhos, os planos...
A Vírgula é um recomeço com letra minúscula, mas só a utilize quando necessário e se for imprescindível; senão, opte por reticências ou Ponto Final e ponto!
E se preciso for, entender que namoro, é um conto de fadas até a última vírgula; pra que enfim, venha a tão esperada etapa do noivado e depois, o Felizes para Sempre!
Reza à lenda, que depois de uma pausa, a paixão se torna amor e se já era amor, se transforma em amor maduro.
Mas a pergunta que não quer calar, antes que me perguntem in box: vc fez uma pausa em algum relacionamento, por isso escreveu essa crônica? Nunca! Sempre usei Pontos Finais, infelizmente ou felizmente!  Mas gosto de observar a vida alheia, sempre me foi fonte de inspiração e aprendizado.


Lilian Flores