Li

Google+ Followers

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

AMOR ETERNO


Pensamos em nos relacionar para casar! Amém! Isso é plano de Deus, mas é uma decisão que exigi uma profunda reflexão, pois implica em uma construção de uma história a dois.
 Na vida, os valores se firmam quando estamos dividindo, compartilhando, e principalmente, renunciando uma vida "solitária", para viver uma vida a dois. Essa construção começa com o ALICERCE, que deve ser o amor e o temor a Deus; depois vem as COLUNAS, que seriam a fé em Cristo, na vida eterna, na ressurreição, na cruz, na Trindade... ; o PISO e o CONTRAPISO, que são uma das bases de sustentação desse relacionamento, ou seja, a busca de aprender mais sobre o nosso Deus, que está guardada nas Escrituras Sagradas, que é, foi e sempre será a Palavra de Deus Viva; então vem o TELHADO, que é a oração de todos os dias, nossa devocional com Deus, é a cobertura espiritual que precisamos diariamente para enfrentarmos as intempéries desse mundo tenebroso.
 Enfim, vem os tijolinhos, os dois primeiros são os noivos, depois os filhos, depois, os familiares: sogro, sogra, vô, vó, tios, tias, sobrinhos, sobrinhas, primos, primas, amigos, irmãos em cristo e por fim netos e quiçá bisnetos e tataranetos! Oh, Glória! Esse conglomerado de gente, unidas e vivendo em união, Deus carinhosamente chama de FAMÍLIA.
 Claro, que não poderia faltar o acabamento: o reboco, a pintura, as esquadrias, as janelas, as portas, os portões, o gramado, a brita, o jardim, etc... INFINITO ACABAMENTO QUE NUNCA ACABA! É o dia-a-dia!
 Os elogios, as contas para pagar, as TPM''s, os recadinhos na porta da geladeira, ou SMS, ou Watzap, o jantar à luz de velas, os desentendimentos, as reconciliações, etc...
 É fácil um ser humano se adornar, se enfeitar, para se apresentar ao outro, belo, bonito, chamando a atenção para si, só que, tudo isso acaba em pouco tempo, porque é artificial!!!! A beleza é passageira. É efêmera!
 A beleza está no interior, nos momentos da vida que os dois passam juntos, sendo bons momentos, ou difíceis... O amor verdadeiro vive das entranhas, da felicidade, da dor, das decepções, do encantamento, do desencantamento, da admiração, da paixão, para chegar no ápice do sentimento pelo qual um dia a decisão tomou conta do corpo, que sentiu o desejo de  entregar-se para o outro, como um presente puro, verdadeiro, sincero, que podemos chamar de AMOR!
 AMOR esse que VIU, SENTIU, VIVEU, SUPORTOU, SUPEROU, todas as intempéries e está firme do lado do companheiro(a). Por isso que o amor jamais acaba. Ele é eternamente, ETERNO; quando é AMOR!!!!!
 Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém o separe". Mateus 19:6

Texto do meu amado pastor Burití Roberto e adaptado por mim e para mim, para ti, para nós!!!!!