Li

Google+ Followers

terça-feira, 26 de agosto de 2014

MARina


Se eu tivesse que pronunciar, fazer separação silábica, escrever, ler... eu faria assim: MARina! Porque cá entre nós, não é qualquer pessoa que tem o glamour e o privilégio de ter em seu nome a palavra MAR.
Eu sou uma pessoa suspeita pra falar dele, afinal, o MAR faz parte da minha existência, desde o ventre até o presente momento. Eu posso dizer que sou uma ILHA cercada de UM MAR!!
UM MAR de pessoas... UMA MAR de irmãos em Cristo (incontáveis); UM MAR de amigos que cultivo desde o meus 4 anos, como a Aline, a  Ivana, Nara, Carmem, Hemilin, Geisa e Gilvana Maia; ou seja, 31 anos de praia! Mas tenho UM MAR de amigos recém-chegados e que vieram pra ficar: como a Katia, Cleo, Geane, Miro, Geovani, Marina, etc, etc, etc,... UM MAR de amigos de profissão e labuta (número indeterminado); UM MAR de paixões platônicas; UM MAR de paixões avassaladoras; UM MAR de amores não correspondidos; UM MAR de desencontros, entre tantos outros MARES.
Mas enfim, a nossa futura presidenta talvez seja MARina Silva, irmã em Cristo, missionária da Igreja Assembleia de Deus, professora e que aos poucos tem conquistado o meu voto e de muitos outros brasileiros. Confesso que tenho receio que se ela ganhar, renuncie alguns meses ou anos depois, porque seria a minha primeira reação se eu tivesse que fazer qualquer coisa que fosse contra aquilo que acredito. Mas ontem, depois de um papo-reto com o meu paxxxtor (Roberto Buriti) depois da palavra ministrada pelo irmão (Alexandre Andrade) e o louvor e testemunho do outro irmão (Tim), refleti sobre tudo e principalmente por assuntos que nem sequer mencionamos, mas que ficaram nas entrelinhas dos nossos desabafos e conselhos.
Com a cabeça recostada em meu travesseiro de penas, fiquei tagarelando com Deus, com os botões da minha camisola, com  meu consciente, com minha memória e claro, com meu travesseiro. Primeiro, percebi que precocemente julguei uma ação que talvez ela não cometa, como renunciar. Num segundo momento, pensei: se ela tem todos os atributos que admiro em um ser humano (sua fé, honestidade, dedicação (a causa ambiental, à política e à educação), inteligência, bravura, simplicidade, humildade, entre outros), por que não votar nela? E por fim, veio a minha memória, que na última eleição, eu  havia votado em MARina.
Lágrimas, dúvidas, vírgulas, exclamações, interrogações, reticências...tudo isso misturado a muita fé de que ela seja o cumprimento do propósito de Deus para a nossa nação! "Se o meu povo que se chama pelo meu nome, se humilhar e se converter dos seus caminhos, eu ouvirei do céu e sararei a sua terra." (2 Cr.7:14)
Que Deus nos abençoe e nos oriente em todo o tempo. Pois, feliz a nação, cujo o Deus é o Senhor!(Sl.33:12)

Lilian Flores