Li

Google+ Followers

sábado, 11 de agosto de 2012

Alma Verde

Alma verde é o que tenho ou penso que tenho. Talvez ela seja branca e meu segredo é pintá-la de verde e assim, vou me disfarçando, como camaleoa que sou. Nesse momento penso que estou verde, porque estou sendo alguém que quase sou. Eu, abstrata extensão de mim mesma. Como uma lagarta que despreocupadamente vai se perdendo entre folhas e flores e ao se encontrar consigo mesma, pensa em voar... Depois do sol nascer, totalmente livre de seu casulo, bate asas de desespero em busca de néctar e vento.

Lilian Flôres